Roedores

Ratazanas

 

A espécie mais frequente é a ratazana comum.

É maior que os ratos, podendo atingir os 30 cm sem a cauda, focinho achatado e orelhas pequenas, possui pelo bastante áspero, sabe nadar, tem maior actividade durante a noite.

Tem uma alimentação variada e não subsistem sem água.

Privilegiam terrenos baldios, lixeiras, esgotos zonas de entulho, ou seja, as zonas exteriores. São espécies dominantes e podem tornar-se violentos se atacados

 

 

 

 

Ratos

 

Os ratos caracterizam-se por serem mais pequenos que as ratazanas. As especies mais vulgares são o rato doméstico e o rato preto.

Ambas as espécies são comensais, dependendo da presença do Homem para sobreviver, já que a sua fonte alimentar são os alimentos e desperdícios do Homem, sendo ainda este que os protege dos seus predadores e competidores naturais.

Provocam estragos importantes nos locais infestados já que contaminam alimentos com as suas fezes e urina e estragam mobiliário, documentos, roupas ao afiarem os seus dentes.

São portadores e transmissores de doenças ao Homem e aos animais domésticos.

Actuam essencialmente de noite. Possuem uma visão reduzida, mas um olfacto, tacto e ouvido muito apurados.

O Rato doméstico ou rato caseiro é uma espécie pequena, atingindo os 10 cm sem a cauda, omnívora, distingue-se por ter as patas e cabeça pequenas e olhos e orelhas grandes, de cor cinzenta ou castanha.

Alimenta-se preferencialmente de cereais e pode sobreviver grandes períodos sem água.

Habitam em qualquer área criada pelo homem, tendo um raio de acção reduzido, não percorrendo grandes distâncias, max 15 mts.

O Rato preto é mais pequeno que a ratazana comum, atingindo os 20-25 cm sem a cauda, possui orelhas grandes e focinho pontiagudo, possui pelo lustroso e lixo de cor essencialmente escura. Omnívora, privilegia os vegetais, sementes e frutose não subsistem sem água.

Ao contrário da ratazana comum prefere as áreas não urbanas, e mais quentes (florestas, matos, instalações agrícolas, zonas costeiras de portos e molhes).

São bastante ágeis, chegando a trepar.

 

 

 

 

Roedores

 

Os roedores são um dos infestantes mais importantes, não só pelas consequências nefastas que trazem para a saúde pública, para os bens e para os negócios, mas também pela facilidade com que surgem.

De facto, encontrando as condições ideais: disponibilidade de água e alimento, refúgio e ausência de predadores, os roedores multiplicam-se com uma velocidade assustadora.

Este é um infestante que pode surgir em habitações, restaurantes, escolas, hospitais, supermercados, armazéns de produtos alimentares, nas industrias alimentares, enfim, em praticamente qualquer sitio.

As pragas de roedores mais frequentes são as causadas pelos ratos e ratazanas.